Conociendo Brasil: Parintins

0
Parintins - Amazonas - Brasil

Parintins es un municipio brasileño del interior del estado de Amazonas, limítrofe con el estado de Pará, región Norte del país. Está ubicado a aproximadamente 370 km de la capital del estado y su población es de cerca de 112000 habitantes, siendo el segundo centro más poblado del Amazonas.

En los primeros viajes de la Corona Portuguesa, la región estaba habitada por diversas etnias indígenas, entre ellas, los Tupinambás, que dieron origen al nombre de la isla en que se encuentra en municipio.

El municipio es sede del Festival Folclórico de Parintins, una de las principales manifestaciones culturales preservadas de América Latina. El festival de Parintins se realiza todos los años y la fecha prevista para 2016 es 24 al 26 de junio. (Ver más abajo orígenes del festival y más datos)
Festival de Parinitins

Festival de Parintins

Parintins
Educación:
Universidade públicas

-  Universidade do Estado do Amazonas (UEA): 
Es una institución pública estadual de enseñanza superior, que ofrece más de veinte cursos distribuidos en 17 ciudades de Amazonas (Parintins, Manaus, Presidente Figueiredo, Itacoatiara, Carauari, Tabatinga, Tefé, Lábrea, Boca do Acre, Coari, Eirunepé, Humaitá, Manicoré, Manacapuru, Novo Aripuanã, Maués e São Gabriel da Cachoeira). Fue creada en 2001. Em Parintins, el Centro de Estudos Superiores (UEA) posee los cursos: Pedagogía, Historia, Geografía, Física, Matemática, Letras Portuguesas, Química, Ciencias Biológicas, Tecnología en Turismo, Derecho, Salud colectiva, Ciencias Económicas y Tecnología en Gestión Pública.


- Instituto Federal do Amazonas (IFAM): 
El Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas fue creado mediante integración del Centro Federal de Educação Tecnológica del Amazonas y de las Escuelas Agrotécnicas Federales de Manaus e de São Gabriel da Cachoeira.

- Universidade Federal do Amazonas (UFAM). 
Comenzó como campus avanzado en forma conjunta con la UNERJ hasta su implementación en 1988 con el curso de administración y biología, hasta su Instalación oficial como Campus en el municipio en 2007, ofreciendo los siguientes cursos: Asistente Social, Comunicación Social - Periodismo, Administración Organizacional, Pedagogía, Zootecnia, Educación Física y Artes Plásticas, entre otros cursos que están en proceso de implantación, junto con el curso de Medicina.
________________________________________________________

Hoteles y Posadas en Parintins
Amazon River Hotel

Hotéis
Amazon River Hotel
http://www.amazonriver.com.br
Rua Lagoa da Francesa, 697, Santa Rita. Fones: (092)3533-1342 e 3533-6292.
E-mail: reservas.river@gmail.com.
Os quartos dispõem de televisão, banheiro, cama de casal, armários, telefone e frigobar.

Hotel Avenida
Avenida Amazonas, 2416, Centro. Fone: (092) 3533-1158
E-mail: flavioparintins@hotmail.com.
Os quartos dispõem de televisão, banheiro, cama de casal, armários, telefone e frigobar.

Hotel Cabocla
Avenida Amazonas, 2283, Centro. Fone: (092) 3533-1209
E-mail: izandramartins_8@hotmail.com.
Os apartamentos, com televisão, banheiro e camas de casal, também dispõem de armadores de rede.

Hotel Ilha Bela
Av. Nações Unidas, n° 211 – Centro, próximo a Praça da Liberdade. Fone: (092) 3533-1279/5550
Email: hotel_ilhabela@hotmail.com
Os quartos dispõem de televisão, banheiro e cama de casal.

Hotel Natal
Avenida Amazonas, 1326, Centro. Fones: (092) 3533-1628, 3533-1628 e 9124-0913.
Email: hotelnatal.parintins@hotmail.com.
Os quartos dispõem de cama de casal, banheiros e televisão.

Hotel Brito:
Avenida Amazonas, 2526, Centro. Fone: (092) 3533-1897.
Email: hotelbrito@gmail.com.
Os apartamentos dispõem de camas de casal, televisão, banheiro e armadores de redes.

Hotel Samauma
Rua Senador Alvaro Maia, 174 – Centro
Fone: (92) 3533-2826

Palace Hotel
Rua Clarindo Chaves, 205 – Centro
Fone: (92) 3533-1142 ou (92) 3533-4420

Hotel Torres de Melo
Rua Paes de Andrade, 356 – Centro
Fone: (92) 3533-1779

Pousadas 
Pousada Tupana
Rua Herberth de Azevedo, 1297, Centro. Fone: (092) 3533-1119. E-mail: antoniolopes_17@hotmail.com.
Os apartamentos dispõem de banheiro, TV e cama casal. Por serem amplos, os apartamentos comportam até três pessoas.

Pousada Pérola
Rua Cordovil, 354, Centro. Fone: (092) 3533-1356.
E-mail: pousadaperolaparintins@hotmail.com.
Os apartamentos dispõem de banheiro, TV, camas de solteiro e de casal.

Pousada Estrela D’ alva
Rua Herbert de Azevedo, 1286, Centro. Fone: (092) 9193-9463 E-mail: dalva_maria_ribeiro@hotmail.com.
Os apartamentos dispõem de cama de casal, banheiro e TV.

Paris Pousada
Rua Raul Goés, 1721, Palmares. Fones: (92) 3533-4211
As suítes têm capacidade para até três pessoas, com televisão, banheiro e camas de casal.

Pousada Sonho Dourado
Rua Rio Branco, 234, Centro. Fone: (92) 3533-1342
Os apartamentos dispõem de banheiro, TV, camas de casal e armadores.

Pousada Vilas Boas
Rua Gomes de Castro, 675, Centro. Fones: (92) 3533-3327, 9121-2499 e 9983-6215.
Os apartamentos dispõem de banheiro, TV, camas de solteiro e armadores.

Pousada Garça Morena
Rua Cordovil, 330 – Centro
Fone: (92) 3533-1334

Pousada Parintins
Rua Eldócio Alves, 2365 – São Vicente de Paula
Fone: (92) 3533-4359 ou (92) 3236-8115

Pousada Tia Marlene
Rua Herbert de Azevedo, 1354 – Centro
Fone: (92) 3533-1590

Pousada Prestes
Rua Armando Prado, 2446 – Centro
Fone: (92) 3533-1106

Pousada e Café da Maués
Rua Nhamundá, 2183 – Centro
Fone: (92) 3533-2840

Pousada Cantinho da Paz
Rua Jonathas Pedrosa, 412 – Centro
Fone: (92) 3533-4637

Pousada Novo Norte
Rua 31 de Março, 516 – Centro
Fone: (92) 3533-0197

Pousada Recanto da Dinda
Rua Getúlio Vargas, 2066 – Centro
Fone: (92) 3533-1654

Pousada Anaconda Parintins
Rua Alberto Mendes, 8 – Centro
Fone: (92) 9285-3005

Pousada Pérola
Rua Cordovil, 354 – Centro
Fone: (92) 3533-3225 ou (92) 3533-1356

Pousada Tia Saul
Rua Domingos Prestes, 144 – Centro
Fone: (92) 3533-1440

Pousada Abelha
Av. Nações Unidas, 1755 – Centro
Fone: (92) 3533-3400

Pousada do Vale
Rua Cordovil, 790 – Centro
Fone: (92) 3533-4400

Pousada Estrela D’Alva
Rua Herberth de Azevedo, 1286 – Centro
Fone: (92) 3533-1563

Pousada Jacks
Rua Coronel Araújo, 439 – Centro
Fone: (92) 3533-1635

Festival Folclórico de Parintins

Fuente: http://icalendario.br.com/festa-popular/festa-de-parintins

Comparado ao Carnaval por sua grandiosidade, o Festival Folclórico de Parintins, no Amazonas, é um dos maiores eventos festivos do Brasil. A festa acontece no último final de semana de junho, na Ilha de Tupinambarana, parte da cidade de Parintins, a 420 km de Manaus. Folclore e alegria, bois e competição, azul e vermelho, são termos que podem definir a celebração, parte do calendário oficial de eventos de Parintins desde 1965.
Atualmente, o espetáculo acontece durante três dias no Centro Cultural de Parintins, conhecido como Bumbódromo. Trata-se de uma arena construída em 1988 com capacidade para 16 mil pessoas1. Nessa arena, dois grupos centenários de Boi-Bumbá, o Caprichoso (azul) e o Garantido (vermelho) encenam as lendas locais, com alegorias, cantos e dança. Cada Boi tem cerca de 3500 brincantes (pessoas que participam da encenação). As arquibancadas do estádio são claramente delimitadas : metade azul, metade vermelha, para receber a galera (nome que recebe a torcida) dos dois Bois. Antes da construção do Bumbódromo, a disputa acontecia no centro de Parintins2.
Nos últimos anos, a festa do Boi-Bumbá evoluiu de uma tradição local para um evento midiático. Além disso, a indústria do turismo, agências governamentais e empresas de grande porte também passaram a abocanhar uma parte do sucesso da festa3. Prova disso é que diversos patrocinadores, grandes empresas nacionais e multinacionais, foram obrigadas a criar um logo azul para entrar no espírito do evento4.

Origem

O Festival Folclórico de Parintins nos moldes como acontece hoje foi criado em 1965, mas os Bois Garantido e Caprichoso existem desde 1913. Muitas versões falam sobre a origem dos Bois de Parintins. Estudiosos dizem, porém, que não há histórias documentadas sobre a fundação de cada Boi, e o que se sabe vem principalmente da tradição oral. De qualquer maneira, uma coisa é certa : cada Boi defende ter sido o primeiro a surgir5.
Conta-se que o Boi Garantido teria sido criado em 1913 por Lindolfo Monteverde. O Boi Caprichoso teria sido criado logo em seguida pelo parintinense Furtado Belém e pelos irmãos cearenses Roque e Antônio Cid. No início, os Bois brincavam nos terreiros e saíam às ruas, o que acarretava inevitáveis brigas entre os dois. Algumas pessoas, as mais ricas, chegavam a pagar para que os Bois passassem diante de suas casas. Já o formato atual foi criado por um grupo de amigos ligado Juventude Alegre Católica (JAC), Xisto Pereira, Lucenor Barros e Raimundo Muniz, então presidente da JAC. Após uma reunião entre eles, surgiu a ideia de reunir esses dois grupos folclóricos. Naquela época, as brincadeiras estavam com baixa popularidade, sob pretexto de que os Bois eram para os pobres. A criação do Festival foi, então, um divisor de águas na história dos Bumbás, que aos poucos retomaram sua popularidade6.

A encenação

O Auto do Boi conta que um rico fazendeiro presenteia sua filha, a sinhazinha, com um boi precioso, adorado por todos. Pai Francisco é o peão da fazenda. Mãe Catirina, sua mulher, está grávida e manifesta ao marido um desejo muito forte : comer a língua do boi. Pai Francisco atende o pedido da mulher e mata o boi preferido do fazendeiro e da sinhazinha. Por causa de seu ato, o peão é ameaçado de morte. Na tentativa de ressucitar o animal, o padre e o médico tentam ajudar Francisco, mas fracassam, deixando o feito ao pajé, que consegue reanimar o boi7.
Os dois Bois-Bumbás teatralizam o conto a partir desse núcleo narrativo e agregam à sua maneira lendas, figuras amazônicas e rituais locais. Esses itens, marcados pela mistura de elementos folclóricos e indígenas, são ponto forte da apresentação e concretizam-se em formas de alegorias e fantasias que podem chegar a 20 quilos. Ao final do espetáculo, cabe ao júri escolher a melhor encenação8. Os jurados avaliam a performance de cada Boi segundo 22 quesitos: apresentação dos tuxauas (chefes indígenas), apresentação dos rituais xamânicos, melhor toada, melhor alegoria, melhor coreografia, entre outros9.
As encenacões acontecem no ritmo das toadas (músicas compostas para a ocasião), embaladas por cerca de 350 músicos10. Existe ainda o levantador da toada, responsável pela animação dos espectadores e dos brincantes.
Durante a festa, um torcedor jamais deve pronunciar o nome do Boi concorrente, chamado de « Boi contrário ». Além disso, são proibidos vaias, palmas, gritos ou qualquer outro tipo de manifestação quando o « contrário » se apresenta na arena. A manifestação de uma torcida durante a apresentação do contrário pode acarretar perda de pontos para seu próprio Boi11.

Festa de boi antes do Festival

Boa parte da população de Parintins deixa de ir ao Bumbódromo e prefere acompanhar o espetáculo pela TV, pois a competição com os visitantes é grande. Para a população local, exitem os eventos pré-festival, que são o momento em que a população local participa e revive a tradição da festa de dançar o Boi-Bumbá. Esse momento é marcado pela presença dos Bois-Bumbás em seus currais ou nas ruas. Para os habitantes locais, é o momento de festejar e de ir para o curral de seu boi querido e cantar as toadas tradicionais e novas12.
Author Image

about: Sonia Rodríguez Mella

¡Hola! Me encanta traducir y creé este blog para poder transmitir mis experiencias en el estudio de idiomas y otras pasiones relacionadas, como la producción de glosarios y diccionarios. Mis áreas preferidas son las de medicina, contabilidad, gastronomía y canciones. ¿Quieres saber más de mí? Esta soy yo.

No hay comentarios.: