Mario Vargas Llosa fala sobre literatura e traduções

0
O diálogo - por meio de teleconferência - ocorreu na abertura do I Encontro Internacional de Lingua e Tradução, promovido em março último pelo Instituto Phorte Educação (em São Paulo).

O público presente teve a oportunidade de acompanhar a conversa, que girou em torno do eixo produção literária/tradução e abordou temas variados, desde a amizade entre Vargas Llosa e alguns dos grandes escritores do nosso tempo (Julio Cortázar e Jorge Amado, entre outros) a questões e problemas específicos da tradução dos seus livros ao português e a outros idiomas, passando por reflexões sobre a origem e o sentido da ficção (o peruano tem desenvolvido uma teoria a respeito em diversos ensaios) e comentários críticos sobre a obra de diversos autores. Um dos grandes temas da conversa foi o romance "A guerra do fim do mundo", em que Llosa recria a figura de Antonio Conselheiro, as batalhas de Canudos e a saga de "Os sertões", de Euclides da Cunha, numa extraordinária proeza literária que o aproxima do Brasil e dos brasileiros. No diálogo, Llosa explica ao seu tradutor como e por que introduziu na língua castelhana palavras como "sertanero", "cangacero" e outras.*

Assistir o vídeo: 



* Ari Roitman traduziu para a editora Alfagura (em colaboração com Paulina Wacht) as seguintes obras de Mario Vargas Llosa: Travessuras da menina má, Pantaleón e as visitadoras, A guerra do
fim do mundo, Elogio da madastra, A tentação do impossível,  Lituma nos Andes, A festa do bode, A casa verde, Os chefes.





Fonte da foto: http://culturaehistoriadeperu.blogspot.com/2010/02/el-arte-de-mecer-escribe-mario-vargas.html
Voltar
Author Image

about: Sonia Rodríguez Mella

¡Hola! Me encanta traducir y creé este blog para poder transmitir mis experiencias en el estudio de idiomas y otras pasiones relacionadas, como la producción de glosarios y diccionarios. Mis áreas preferidas son las de medicina, contabilidad, gastronomía y canciones. ¿Quieres saber más de mí? Esta soy yo.

No hay comentarios.: